Caracterização do apicultor

Questionário de Caracterização do Apicultor

A APIMIL está a realizar um estudo da caracterização dos apicultores na sua zona de acção. A sua opinião conta para definirmos novas estratégias de actuação! Preencha aqui o questionário.

Iconhttps://docs.google.com/forms/d/1fQOOW3fytBMQqEVJ9n_Aap_7WW0FM9N7DWKBS8hQR1c/viewform

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Bom Natal e próspero Ano Novo


A APIMIL deseja a todos os associados e colaboradores um Bom Natal e um próspero Ano Novo!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Novo portal para identificação da localização da Vespa Velutina

www.sosvespa.pt

 

 


  • A Vespa velutina nigrithorax, adiante designada apenas por Vespa velutina, é uma espécie não-indígena, predadora da abelha europeia (Apis mellifera), encontrando-se, por enquanto, aparentemente circunscrita a concelhos do norte do País. Esta vespa asiática, proveniente de regiões tropicais e subtropicais do norte da India, do leste da China, da Indochina e do arquipélago da Indonésia, ocorre nas zonas montanhosas e mais frescas da sua área de distribuição.

  • A sua introdução involuntária na Europa ocorreu em 2004 no território francês, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012.

  • Na época da primavera constroem ninhos de grandes dimensões, preferencialmente em pontos altos e isolados. Esta espécie distingue-se da espécie europeia Vespa crabro pela coloração do abdómen (mais escuro na vespa asiática) e das patas (cor amarela na vespa asiática).
  • Os principais efeitos da presença desta espécie não indígena manifestam-se em várias vertentes, sendo de realçar:
    • na apicultura - por se tratar de uma espécie carnívora e predadora das abelhas;
    • para a saúde pública – não sendo mais agressivas que a espécie europeia, no caso de sentirem os ninhos ameaçados reagem de modo bastante agressivo, incluindo perseguições até algumas centenas de metros.
  • A deteção ou a suspeita de existência de ninho ou de exemplares de Vespa velutina nigrithorax deverá ser comunicada através de um dos seguintes meios:
    • preenchimento online de um formulário (Anexo IV) disponível no portal www.sosvespa.pt, acessível a partir dos portais da Direção Geral de Veterinária e Alimentação, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, das Direções Regionais de Agricultura e Pescas, do SEPNA/Guarda Nacional Republicana e das Câmaras Municipais respetivas;
    • preenchimento via Smartphone disponível no portal www.sosvespa.pt;
    • contactar a linha SOS AMBIENTE (808 200 520). Neste caso o observador será informado do procedimento a seguir para a efetiva comunicação da suspeita;
    • poderá também solicitar a colaboração da junta de freguesia mais próxima do local de deteção/suspeita, para o preenchimento do formulário - Anexo 4 [PDF 105 KB] .
  • Deverá, sempre que possível, ser anexada fotografia da vespa ou do ninho, para possibilitar a sua identificação.

  • Qualquer informação, comunicada através dos meios atrás referidos, será encaminhada para a Câmara Municipal correspondente ao local de deteção/suspeita, que dará o devido seguimento ao processo.

  • Em caso de necessidade de identificação de exemplares, deverá proceder-se ao seu envio para o INIAV, que fará a respetiva confirmação. A confirmação deverá ser sempre reportada ao portalwww.sosvespa.pt, que centraliza a informação recebida.

  • A destruição dos ninhos deve ser feita com equipamento de protecção e seguindo as orientações constantes no Plano de Ação. Nunca usar armas de fogo (e.g. armas de caça), mesmo no caso de difícil acesso aos ninhos, pois este método só provoca a destruição parcial do ninho e contribui para a dispersão e disseminação da vespa asiática por constituição de novos ninhos.

  • Na ausência ou perda da rainha, esta espécie tem a capacidade de as obreiras se transformarem em fêmeas fundadoras e construírem novos ninhos.

Ficha de identificação Parte 1 [PDF 1,8 MB] - Parte 2  [PDF 160 KB]

 


Este plano de ação tem por objetivo enquadrar a atuação nacional face ao estabelecimento e disseminação da vespa asiática em Portugal continental (Vespa velutina nigrithorax, adiante designada apenas Vespa velutina). Trata-se de uma espécie não-indígena, predadora da abelha europeia (Apis mellifera), encontrando-se, por enquanto, aparentemente circunscrita ao norte do País.
Na Europa esta espécie espalhou-se rapidamente por todo o território francês após a sua introdução não intencional em 2004, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012. Nas zonas onde ocorre, tanto rurais como urbanas, podem ser observados, a partir de maio, grandes ninhos albergando algumas centenas de vespas, localizados em árvores e estruturas construídas.

Pode aceder a mais informação no link:
Mais documentação aqui!



Legislação aplicável a UPP (Unidades de Produção Primária)


Como forma de apoiar e facilitar a vida aos nossos associados e aos apicultores em geral, reunimos todas as regras aplicáveis às Unidades de Produção Primária na apicultura.

Para aceder a toda a informação clique aqui! 


 


quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Pedido de Divulgação de Formação Formtivity



Boa tarde.

Solicitamos a divulgação do seguinte evento pelos vossos canais de comunicação:

Curso de Contabilidade, Fiscalidade e Gestão e Análise de Projetos de Investimento Agrícola, segundo o PDR.

Este curso de 50 horas, a iniciar em 15 de Janeiro, é dirigido aos interessados em submeter candidatura ao PDR.

O formador, com bastante experiência nesta área de formação, é o Sr. Eng.º Francisco Paulo Oliveira.

Obrigada pela atenção,

Cumprimentos

logo Facebook

Susana Carvalho
Departamento de Formação

cid:3E3A295E-517E-4C27-9F33-5C6EA621BF0A@lan

Sede: Rua Maria Lina Alves Maia,84 
Filial: Rua das Flores nº69, 1ºAndar
           4050-265 Porto

Telf/Fax:220933013 - Telemóvel:939613292

Para aceder a toda a informação sobre a formação clique aqui!



sexta-feira, 28 de novembro de 2014

No dia 26 de novembro de 2014, a APIMIL em colaboração com o Centro Educativo das Lagoas (Ponte de Lima), no âmbito do projeto NEPSO da Fundação Vox Populli foi à escola para falar do mel em Portugal e dos produtos apícolas a turmas do segundo ano e do terceiro ano. Foram debatidos os seguintes temas:
- Produtos produzidos pelas abelhas;
- Tipos de mel;
- Importância do mel na economia;
- A comercialização do mel;
- O setor apícola na nossa região.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Palestra sobre Acasalamento Dirigido


Para aceder a mais informação sobre a palestra, clique aqui.

Para fazer download da ficha de inscrição, clique aqui.


O evento será realizado na sala de reuniões do solar do alvarinho. Um espaço com marcas artísticas e históricas, com capacidade para 40 pessoas, podendo ser utilizado para workshop's, palestras, apresentações e reuniões. Também utilizado para a realização de exposições temporárias.

Link:


3º Simpósio Nacional de Fruticultura


Exmos. Senhores

Para conhecimento divulgamos o e-mail da UTAD, referente ao 3º Simpósio Nacional de Fruticultura que decorrerá nos dias 4 e 5 de Dezembro, na Aula Magna da UTAD e contará com a presença da Srª. Ministra da Agricultura e do Mar e do Sr. Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar.



Exmos Senhores

Em nome da Comissão Organizadora vimos, por este meio, convidar-vos a participar no 3ª Simpósio Nacional de Fruticultura que decorrerá na Aula Magna da UTAD, nos dias 4 e 5 de dezembro de 2014 e contará com a presença da Srª Ministra de Agricultura e do Mar e o Sr. Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar. 

Para mais informações e para consulta do programa, ver:

Pela C. Organizadora
Ana Paula Silva



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Abertura de candidaturas ao PDR 2020



De 15 de novembro a 31 de dezembro
A Autoridade de Gestão do PDR 2020 - Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020, iniciou o período de apresentação de candidaturas da Ação 3.2 – «Investimento na exploração agrícola» e da Ação 3.3 - «Investimento na transformação e comercialização de produtos agrícolas».
A submissão de candidaturas é feita no período de 15 de novembro a 31 de dezembro de 2014 no Balcão 2020 deste portal ou no endereço: www.pdr-2020.pt
A Autoridade de Gestão do PDR 2020 pretende acompanhar o beneficiário desde a primeira hora e apoiá-lo na preparação e submissão do seu projeto. Para isso, a Linha Verde PDR 2020 estará, excecionalmente, aberta no Sábado dia 15 de Novembro, entre as 9h00 e as 19h00.
Foi decidido proceder a abertura destas medidas para assegurar a continuidade no investimento, sendo expectável que a aprovação do PDR 2020 submetido à Comissão Europeia, em 5 de Maio de 2014, ocorra a todo o momento, podendo por isso, vir a ser necessário adaptar as candidaturas apresentadas.
A medida de apoio aos Jovens Agricultores, deverá ser aberta até ao final do mês de Dezembro, em função da estabilização da medida decorrente do processo de aprovação do PDR.
Durante o próximo mês de Dezembro será publicitado o cronograma de abertura de medidas a decorrer durante o próximo ano de 2015.
Consulte aqui os ANÚNCIOS:
Anúncio Ação 3.2 - Investimento na exploração agrícola
Anúncio Ação 3.3 - Investimento na transformação e comercialização de produtos agrícolas 

Para aceder a toda a informação clique aqui.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Fotagrafias das Jornadas do Mel de 2014


Já se encontram disponíveis as Fotografias das Jornadas do Mel de 2014, para visualizar as fotografias clique em: --> Ver Fotografias <--


terça-feira, 30 de setembro de 2014

8ª Jornadas do Mel do Alto Minho 2014


Programa: Disponivel Brevemente.



Curso de Contabilidade, Fiscalidade e Gestão e Análise de Projetos Agrícolas



Curso de Contabilidade, Fiscalidade e Gestão e Análise de Projetos Agrícolas
A segunda edição deste curso de 50 horas, a iniciar em 9 de Outubro, é dirigida àqueles que se iniciam numa atividade agrícola, permitindo-lhes obter uma orientação mais atempada das situações que resultam dos investimentos e tarefas a realizar na sua exploração. Os interessados poderão aprender a efetuar o correto enquadramento contabilístico e fiscal da empresa agrícola, bem como elaborar e avaliar projetos de investimento, recorrendo a diferentes métodos.
O formador, com bastante experiência nesta área de formação, é o Sr. Eng.º Francisco Oliveira.
O programa de formação está disponível em www.formtivity.pt. A inscrição poderá ser efetuada utilizando o link:

Obrigada pela atenção,
Cumprimentos


Susana Carvalho
Departamento de Formação


cid:3E3A295E-517E-4C27-9F33-5C6EA621BF0A@lan

Sede: Rua Maria Lina Alves Maia,84
Filial: Rua das Flores nº69, 1ºAndar
           4050-265 Porto
      
Telf/Fax:220933013 - Telemóvel:939613292
web: www.formtivity.pt


segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Fórum Nacional de Apicultura 2014 (Fundão)

FUNDÃO - 2014


Numa organização conjunta da FNAP, da PINUS VERDE – Associação de Desenvolvimento, Câmara Municipal do Fundão e da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, realiza-se- de 24 a 26 de outubro no Pavilhão Multiusos do Fundão, a 13ª edição da FEIRA NACIONAL DO MEL, e o XV Fórum Nacional de Apicultura.

Ambos os certames fazem já parte do calendário apícola nacional, sendo não só o ponto de encontro dos apicultores, dirigentes associativos, técnicos e investigadores com as principais empresas fornecedoras de fatores de produção a operar na fileira apícola, mas também a principal mostra da diversidade e qualidade dos produtos da apicultura nacional, constituindo a oportunidade ideal para a sua divulgação, quer junto dos consumidores, quer dos principais operadores do mercado nacional e internacional do mel.


XV FÓRUM NACIONAL DE APICULTURA
No sábado dia 25 de outubro decorrerá , no Edifício Octógono do Fundão, o XV FÓRUM NACIONAL DE APICULTURA, um espaço que se pretende aberto à discussão entre apicultores, dirigentes associativos, técnicos, investigadores e os responsáveis pelas entidades oficiais com competências no sector apícola.

Para além da apresentação dos projectos de investigação aplicada em curso no âmbito da Medida 6 do PAN 2014-2016, do programa destacamos a mesa redonda dedicada ao Mercado de Mel, onde se junta a produção, a distribuição, e o comércio, e cujo objetivo é discutir e analisar o presente e a evolução da produção nacional de mel.


Descarregue aqui a sua ficha de inscrição no XV Fórum Nacional de Apicultura
Onde ficar – lista de unidades hoteleiras da região
FEIRA NACIONAL DO MEL
A 13º Feira Nacional do Mel, decorre no Pavilhão Multiusos do Fundão, um moderno equipamento com todas as condições e requisitos necessários para receber os expositores participantes na Feira, mas também e sobretudo os visitantes.



Com a sua localização privilegiada, o Pavilhão Multiusos do Fundão está situado no centro da cidade do Fundão, a 100 m do local onde decorre o Fórum.

Acessos:
- Autoestrada A23, saída FUNDÃO SUL
- Estrada das Beiras
- Estrada Nacional 18

Veja a seguir o programa completo da 13ª Feira Nacional do Mel, e mais abaixo descarregue a ficha de inscrição e consulte o respectivo regulamento.


Feira Nacional do Mel - ficha de inscrição
Consulte aqui Regulamento da 13ª Feira Nacional do Mel
WORKSHOPS
Informação brevemente disponível

Informação brevemente disponível
PROGRAMA DE ACOMPANHANTES
Inicie a sua visita pelos caminhos do xisto e encontre a aldeia da Barroca, onde poderá viajar ao passado desvendando as gravuras rupestres que se encontram nas margens do rio Zêzere. O Centro de Interpretação de Arte Rupestre, na Casa Grande é o local ideal para compreender a história destas figuras.

Em Janeiro de Cima, outra aldeia do xisto, cruzam-se elementos paisagísticos, históricos, etnográficos e culturais, numa descoberta constante. Assim, conheça o Parque Fluvial onde poderá embarcar numa viagem pelo rio e a Casa das Tecedeiras onde artesãs trabalham o linho em tear manual, criando peças únicas que decerto quererá levar para casa.

Integrada na rota das Aldeias Históricas de Portugal, em Castelo Novo descobre-se o encanto do seu castelo, das casas beirãs, dos solares, complementadas pela pureza da água que brota do granito das suas fontes e da paisagem natural da serra da Gardunha. Continue a sua viagem pela história e em Alpedrinha, ao subir a calçada romana, depara-se com a imponência do Palácio do Picadeiro, edifício construído nos finais do séc. XVIII. Este solar barroco propõe ao visitante uma viagem pelo território do concelho recorrendo a tecnologias virtuais.


Por todo este património, a organização oferece aos acompanhantes dos participantes no Fórum, a oportunidade de conhecer estes e outros atractivos naturais e culturais da região.


Consulte aqui o programa de acompanhantes e a faça a sua inscrição


Programa do Passeio de Acompanhantes
Ficha de Inscrição do Passeio de Acompanhantes
Organização:
- FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal
- PINUS VERDE – Associção de Desenvolvimento
- Câmara Municipal do Fundão
- Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro

Inscrição Feira



Para visualizar toda a informação sobre o forum, por favor clique aqui!

 

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais (27 e 28 de Setembro em Vila Praia de Âncora)

A Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais é o certame que vai animar Vila Praia de Âncora nos dias 27 e 28 de setembro. Para além de expositores com maquinaria agrícola, produtos hortícolas, petiscos e produtos tradicionais, este certame conta com programa diversificado, com destaque para as III Jornadas Agrícolas, oficinas temáticas sobre plantas aromáticas e vespa asiática e baile tradicional. As atividades dirigem-se à comunidade em geral.
A decorrer pela primeira vez no Parque Dr. Ramos Pereira, em Vila Praia de Âncora, a Feira Agrícola e dos Produtos Tradicionais visa divulgar e promover a agricultura, bem como a comercialização dos produtos agrícolas. Pretende-se ainda que este certame seja um incentivo à instalação de Jovens Agricultores com projetos inovadores.
Este certame é organizado pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com a Cooperativa Agrícola de Viana do Castelo e Caminha e vai oferecer a quem o visitar uma panóplia atividades e de expositores capazes de atrair inúmeros visitantes a Vila Praia de Âncora.
No que respeita a expositores, destacam-se os de maquinaria agrícola, de produtos hortícolas, de venda de petiscos e de produtos tradicionais e ainda a troca de sementes de variedades tradicionais.
Estará patente uma exposição de alfaias agrícolas antigas.
Ao longo dos dois dias, será possível participar na oficina temática "Plantas Aromáticas", nas III Jornadas Agrícolas, na prova de mel comentadas e na sessão temática "A vespa asiática". As crianças são também um público a considerar. Por isso, na Feira Agrícola vão decorrer os workshops infantis "A minha horta" e "A viagem da sementinha". Mas a animação também está garantida. Baile tradicional, atuação de grupos de folclore e animação de rua são alguns dos momentos que vão marcar esta edição.
Para quem gosta de equitação, poderá realizar passeios a cavalo.
As III Jornadas Agrícolas vão marcar o primeiro dia da Feira. A decorrerem às 14h30, no auditório do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, as III Jornadas agrícolas apresentam como painéis a "A agricultura familiar e a nova política agrícola (2014-2020) ", a cargo da CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e de Crédito Agrícola de Portugal, CCRL e "Incentivos financeiros a projetos na área agrícola e desenvolvimento rural", a cargo da Adriminho - Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho.  
A noite de sábado será animada pelo Baile Tradicional. A organização desafia todos os tocadores de concertina, cavaquinhos e outros instrumentos musicais a participar. O ponto de encontro é no Parque Dr. Ramos Pereira a partir das 21h30.
O domingo, dia 28, será marcado pela sessão temática "A vespa asiática", que terá lugar no auditório do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, pelas 10h15. Em debate estarão questões ligadas à biologia da vespa asiática, às implicações para a atividade apícola e para o meio ambiente e aos métodos de combate. Esta iniciativa conta com o apoio da APIMIL - Associação Apícola do Minho e da Escola Agrária de Ponte de Lima.
A tarde de domingo será de folclore. No palco do Parque Dr. Ramos Pereira atuarão o Grupo de Cantares Tradicionais de Âncora e o rancho Folclórico As Lavradeiras de Orbacém.

PROGRAMA

27 de Setembro

10H00 - Abertura oficial
             Animação de rua com o Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

14H30 - III Jornadas Agrícolas
            "A Agricultura Familiar e a Nova Política Agrícola (2014-2020)"
             CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e
              do Crédito Agrícola de Portugal, CCRL
             "Incentivos Financeiros a Projetos na Área Agrícola e Desenvolvimento Rural"
 Adriminho - Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho

Local: Auditório Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora

16H00 - Workshop com Plantas aromáticas
               Local: Parque Dr. Ramos Pereira
               Organização: Aromáticas Vivas

21H30 - Baile Tradicional
               Concertinas, cavaquinhos e outros instrumentos tradicionais
  Local: Parque Dr. Ramos Pereira

24H00 - Encerramento

28 de setembro

10H00 - Abertura
            Animação de rua com o Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

10H15 - "A Vespa asiática" - sessão temática/debate
  A biologia da vespa asiática
  Implicações para a atividade apícola e para o meio ambiente
  Métodos de Combate
              Local: Auditório Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora
              Apoio: APIMIL-Associação Apícola do Minho
                         Escola Superior Agrária de Ponte de Lima

14H30 - Prova de mel comentada
  Local: Parque Dr. Ramos Pereira
  Apoio: Apicultores do concelho de Caminha
             APIMIL-Associação Apícola do Minho
             Escola Superior Agrária de Ponte de Lima

15H30 - Atuação do Grupo de Cantares Tradicionais de Âncora
    Atuação do Rancho Folclórico As Lavradeiras de Orbacém
    Local: Palco do Parque Dr. Ramos Pereira

19H00 - Encerramento

DURANTE TODO O EVENTO:
"A MINHA HORTA" - workshop infantil
"A VIAGEM DA SEMENTINHA" - workshop infantil
EXPOSIÇÃO DE ALFAIAS AGRÍCOLAS ANTIGAS
PASSEIOS A CAVALO
TROCA DE SEMENTES DE VARIEDADES TRADICIONAIS


Para visualizar o flyer com o programa por favor, clique aqui.