terça-feira, 31 de março de 2015

Será esta a Apicultura do Futuro?


Um sistema desenvolvido pelos australianos Stuart e Cedar Anderson pode modificar totalmente o formato tradicional de apicultura. A tecnologia simples, criada por eles, torna a retirada do mel muito mais eficiente, segura e ainda evitar o estresse gerado nas abelhas.


Nos modelos comuns de apicultura, as abelhas permanecem dentro de colmeias racionais. As caixas normalmente possuem quadros removíveis onde ficam os favos. São nesses espaços que as abelhas se movimentam para produzirem o mel.
Quando as caixas estão cheias, os apicultores precisam abri-las. Para isso, é necessário usar uma roupa com proteção total, retirar os quadros, fazer a coleta do mel, retirar as impurezas e só então ele pode ser embalado e destinado ao consumo.
Já no Flow Hive, equipamento criado pela família Anderson, todo esse processo é eliminado. O produtor precisa apenas abrir uma pequena “torneira” para que o mel escorra limpo e pronto para o consumo.



O grande diferencial do modelo está no formato da colmeia. No lugar dos quadros fixos, as caixas recebem uma armação de fluxo. Este sistema tem o formato semelhante aos tradicionais, mas quando os vãos estão cheios de mel, basta ao produtor girar uma pequena alavanca para que os quadros fiquem desnivelados. Desta forma, o mel escorre por entre eles, até chegarem às torneiras de saída.





Com o Flow Hive não é necessário abrir as caixas para a coleta. Isso garante mais segurança à pessoa responsável pelo processo e evita o estresse e mortes de abelhas. O funcionamento do sistema é tão simples que pode ser feito até mesmo por uma criança.
De acordo com os criadores, é possível adaptar a tecnologia aos sistemas antigos, evitando assim o descarte de materiais e altos gastos na adequação dos apiários. A drenagem da colmeia pode levar de 20 minutos a duas horas, dependendo da temperatura e da viscosidade do mel.
O sistema está em busca de financiamento coletivo para que seja produzido em larga escala, mas o modelo final já está pronto, testado e teve a sua eficácia comprovada por autoridades internacionais especializadas em apicultura.

Clique aqui para mais informações.

XXVII FEIRA APÍCOLA RÍAS BAIXAS 2015 (17 e 18 de Abril)

Bo día Apiamigos,



Achegamos o programa da XXVII FEIRA APÍCOLA RÍAS BAIXAS 2015 que se celebrará o 17 e 18 de abril.
Esperamos vervos por alí!
E solkicitamos lle vaiades dando difusión!!!! Achegamos tamén o link do Bee Happy Market https://www.facebook.com/BeeHappyMarket

Saúdos!



6º Concurso Nacional de Mel

A 8 de Maio decorrerá a 6ª edição do Concurso Nacional de Mel, que a Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo realiza em conjunto com a FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal.
Os resultados das edições anteriores, atestam o interesse de um Concurso deste nível, não só pelo número de participantes, mas também pela qualidade dos produtos apresentados, tendo nas anteriores edições sido levados a concurso mais de 150 méis de 76 produtores e organizações.
Para esta edição mantemos a atribuição de Menções Honrosas aos melhores méis monoflorais. Estes serão identificados pela sua proveniência floral, recorrendo o júri para tal a métodos analíticos que incluem a utilização de sensores químicos e biossensores, mantendo-se as duas categorias: Mel e Mel proveniente de Modo de Produção Biológico.
O objectivo principal do Concurso é dar a conhecer e premiar os méis portugueses de elevada qualidade, contribuindo para a sua promoção e divulgação, junto dos consumidores.
O êxito da anteriores edições do Concurso Nacional de Embalagens de Mel, leva-nos a realizar a sua terceira edição, de modo a premiar, de acordo com o Regulamento, as embalagens mais votadas.
Este Concurso enquadra-se no âmbito de um conjunto de iniciativas promovidas pela Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, onde se incluem os Concursos Nacionais de Azeite Virgem Extra, Queijos, Enchidos, Vinhos, Doçaria Conventual e Popular, Doces de Fruta, Licores, Pão, Conservas de Pescado, Carnes e Bolo Rei, destacando-se o Salão Prazer de Provar.
Julgamos estarem reunidas as condições necessárias para que o êxito do Concurso Nacional de Mel esteja desde já assegurado. A participação de V. Exa. contribuirá para o prestígio de um evento que pretendemos fazer cada vez melhor.
Fala download do Regulamento e participe!
Ficamos ao seu dispor para qualquer esclarecimento adicional.

Esclarecimentos e contactos
FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de PortugalRua Mestre Lima de Freitas, nº 1
1549-012 LISBOA
Tel: 217 100 084
Fax: 217 166 123
E-mail: info@fnap.pt
URL: www.fnap.pt
Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, S.A.Quinta das Cegonhas, Estrada Nacional 3
Apartado 331
2001-904 Santarém
Tel: 243 300 300
Fax: 243 300 301/302
E-mail: Carla Rosa: carlarosa@cnema.pt / David Gomes: dgomes@cnema.pt

Para aceder a mais informação:

terça-feira, 24 de março de 2015

Formação em Criação de Rainhas (Macmel 25 de Abril de 2015)


A empresa MACMEL em Macedo de Cavaleiros encontra-se a promover a uma formação em Criação de Rainhas, com a presença de Gil Fert (o maior criador de rainhas da Europa).

A participação é gratuita!


http://macmel.pt/index.php/noticias/cat/Formacao/post/Cursodecriacaoderainhas/

Para saber mais informação sobre a formação clique aqui!


segunda-feira, 23 de março de 2015

Alvarinhos de Monção e Melgaço: o desafio da competitividade (Pedido de Divulgação)

 
ALVARINHO DE MONÇÃO E MELGAÇO
O DESAFIO DA COMPETITIVIDADE
27 de MARÇO 2015 | 9:30 | CASA DA CULTURA DE MELGAÇO
 
http://www.cm-melgaco.pt/portal/page/melgaco/portal_municipal/noticias?id_noticia=13821

Pretende-se, com esta iniciativa, discutir o estado e os desafios futuros para o sector dos vinhos. Onde estamos e onde queremos chegar são as duas questões que pretendemos ver debatidas entre todos os stakeholders do sector. Numa altura em que se discute o fim da exclusividade da denominação «Vinho Verde Alvarinho» para a sub-região de Monção e Melgaço, o desafio da competitividade é mais premente do que nunca.

No âmbito do Fórum Económico de Melgaço, o Município pretende levar a efeito, em 2015, um ciclo de conferências sobre os desafios que se apresentam ao desenvolvimento económico do concelho.

O pontapé de saída é dado com o tema do momento: o Alvarinho de Monção e Melgaço

PROGRAMA
________________________________
 
09:30 - Recepção dos participantes

10:00 – Abertura oficial
Manoel Batista (Presidente da Câmara Municipal de Melgaço)
Augusto Domingues (Presidente da Câmara Municipal de Monção)


PAINEL I – Onde estamos?
Moderador: Luís Costa  (Editor da revista WINE e jornalista da RTP)

10:30 - Monção e Melgaço no contexto dos vinhos em Portugal e no Mundo
António Luís Cerdeira (Enólogo)

11:10 - O potencial produtivo da região
Joaquim Mamede Alonzo (Escola Superior Agrária de Ponte de Lima-IPVC)

11:50 - Monção e Melgaço no contexto da Região dos Vinhos Verdes: o caminho da diferenciação.
Rui Falcão (Crítico de Vinhos)

12:30 - Debate

13:00 - Almoço livre



PAINEL II - Onde queremos chegar?
Moderador: José Emílio Moreira (Grão Mestre da Real Confraria do Vinho Alvarinho)

15:00 - Que estratégia colectiva para o futuro?
Pedro Pimentel (Director-Geral da Centromarca)

15:40 – Marketing territorial: a ferramenta certa para a diferenciação?
Ricardo Fontes Correia (Professor Adjunto no Instituto Politécnico de Bragança. Actua na área de Economia e Gestão)

16:20 - Cooperação empresarial: que lições?
Tomás Roquette- Quinta do Crasto (Douro Boys- Projeto que une a Quinta do Vale Meão, a Quinta do Crasto, a Quinta Vale Dona Maria, a Quinta do Vallado e a Niepoort Vinhos)

16:50 - Debate

17:20 – Encerramento - Acções Futuras
Manoel Batista (Presidente da Câmara Municipal de Melgaço)

18:00 – Alvarinho de Honra

quinta-feira, 12 de março de 2015

Assembleia geral APIMIL, no dia 21 de Março de 2015

Caros Associados

Vem a APIMIL convidar Vª Exas. para uma assembleia geral  no dia 21 de Março de 2015 pelas 14.30 horas, no salão dos Bombeiros de Vila Nova de Cerveira, Concelho de Vila Nova de Cerveira em que posteriormente decorrerá uma ação de sensibilização sobre SANIDADE APÍCOLA.



Pode ver o Programa aqui!


Com os melhores cumprimentos,
Miguel Maia

terça-feira, 10 de março de 2015

Folheto DGAV Aethina tumida

Exmo. Sr.
Presidente da Direção


A FNAP recebeu da DGAV folheto atualizado referente a Aethina tumida, elaborado pelo laboratório europeu de referência para as doenças de abelhas e traduzido pela Dra. Maria José Valério, responsável pela patologia apícola do INIAV, o qual agora enviamos V. conhecimento e posterior divulgação junto dos vossos associados.

Com os melhores cumprimentos,
João Casaca

FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal
Rua Mestre Lima de Freitas, nº 1
1549-012 LISBOA


Para  aceder ao folheto clique aqui!