Caracterização do apicultor

Inquérito sobre o impacto da vespa asiática na atividade apícola

A APIMIL está a realizar um questionário para perceber o impacto que a vespa asiática está a ter na apicultura, não tendo por isso qualquer exploração comercial. Preencha aqui o questionário.

Iconhttps://drive.google.com/open?id=1eK0kBuIOARtU8LJMye0w9nkMbXy0nxDzE94aAPJNSGA

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Convocatória Assembleia Geral da APIMIL - 23 de Fevereiro de 2019

Caro Sr. Apicultor,

A Direcção da APIMIL vem por este meio convocá-lo a participar na sua Assembleia Geral, a realizar no próximo dia 23 de Fevereiro de 2019, às 14:30h, no Auditório dos Bombeiros Municipais de Vila Nova de Cerveira, com a seguinte ordem de trabalhos:
 1ª Apresentação e aprovação do relatório de contas 2018 .
 2ª Outros assuntos

A sessão começará às 13:00h para entrega do Medicamento aos apicultores inscritos no PAN 2019 (para receber medicamento é necessário ter quotas em dia).






Contamos com a sua presença, nomeadamente para conseguirmos cumprir os compromissos no âmbito das formações do Plano Apícola Nacional.

Os melhores cumprimentos,
Eng. Samuel Lima Jácome
APIMIL



15Horas Ação de sensibilização:

«Rotulagem( legislação aplicável) e MarKeting (estratégias e promoção)




terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Manual de boas práticas na destruição de ninhos de Vespa velutina

Exmo. Srs.

Foi recentemente divulgado pela DGAV – Direção-Geral de Alimentação e 
Veterinária, o Manual de boas práticas na destruição de ninhos de 
/Vespa velutina/, que se anexa, para seu conhecimento, análise e  divulgação.

Este documento, elaborado pela FNAP no âmbito das competências 
atribuídas pelo Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da /Vespa 
velutina/ em Portugal e da sua participação na CVV, tem como principal 
objetivo orientar e auxiliar a tarefa de eliminação de ninhos, ao 
mesmo tempo que procura dar resposta a algumas questões que se colocam 
às entidades e ao pessoal responsável por essa tarefa, nomeadamente no 
que concerne à adequação (técnica e ambiental) e à eficácia dos vários 
métodos, bem como à segurança do pessoal envolvido nas operações e das 
populações.

A destruição de ninhos é uma atribuição das Autarquias, pelo que 
aconselhamos a sua divulgação junto das Câmaras Municipais da V. área 
de influência, mas também junto das restantes entidades locais com 
responsabilidades na segurança e proteção das populações, como as 
forças policiais e de proteção civil.

Aos apicultores e às suas organizações cabe o papel de monitorizar, 
identificar ninhos e acompanhar a sua destruição. O envolvimento de 
cada organização nessa tarefa deve ser ponderado, tendo sempre por 
objetivo que a destruição de ninhos possa contribuir para a proteção 
das colmeias dos apicultores locais, não constituindo, pelo contrário, 
mais um problema de difícil resolução.


Com os melhores cumprimentos,
Manuel Gonçalves – Presidente da Direção
FNAP – FEDERAçãO NACIONAL DOS APICULTORES DE PORTUGAL
Rua Mestre Lima de Freitas, nº 1
1549-012 LISBOA
Tel: + 351 217 100 084
Fax: + 351 217 166 123
GSM: + 351 911 748 896 ou +351 911 748 839 ou +351 911 748 892
URL: www.fnap.pt
Facebook: https://www.facebook.com/fnap.pt/


https://drive.google.com/open?id=0Bw7wP9Azvc7penZTaG9XUzBacFVDM1dUaTk1TFdLUWdHRmVj


quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Concurso Nacional de Mel 2019

Ex.mo(a) Sr(a) 

Reportando-nos à nossa comunicação de  27.09.2018, recordamos que estão abertas as inscrições para a 10ª edição do Concurso Nacional de Mel e 7º Concurso Nacional de Mel e Embalagens que terão lugar em março de  2019.
Num momento em que muito se fala sobre a circulação de méis no espaço europeu, e em simultâneo na genuinidade e autenticidade do mel que abastece o mercado, este concurso tem a responsabilidade de promover e proteger o Mel Português. Aberto a todos os produtores nacionais, individuais ou coletivos continua a dar notoriedade aos méis de excelência que se produzem em território nacional, independentemente da sua dimensão comercial.
A FNAP - Federação Nacional dos Apicultores de Portugal tem vindo a introduzir melhorias no regulamento do concurso, nomeadamente a introdução de classes de origem floral que tem permitido a validação dos méis entre os seus pares. Também a introdução da nota mínima, ajuda a valorizar efetivamente o que é distinto e de qualidade superior.
Poderão formalizar a inscrição de méis para concurso até 28 de Fevereiro 2019, de acordo com as regras previstas no Regulamento do 10º Concurso Nacional de Mel 2019 e no Regulamento do 7º Concurso Nacional de Embalagens de Mel que seguem em anexo. 
Contamos com o Vosso máximo empenho na divulgação de ambos os Concursos Nacionais entre os V. associados e produtores contribuindo para diversificação dos méis a concurso, e consequentemente na promoção da melhor Produção Nacional.
Lisboa, 21 janeiro 2019
Manuel Gonçalves
Presidente da Direção

Pode consultar toda a documentação aqui: